IMA

No ambiente de comoção geral e profundo sentimento de perda que se seguiu à morte de Miguel Arraes, surge entre familiares, colaboradores, correligionários e inúmeros admiradores a idéia de fundar um instituto dedicado a preservar a memória de sua obra de homem público e a penetrante lucidez de seu pensamento político e social.

Filho do sertão; de Araripe, no âmago do Nordeste; conhecedor como poucos de sua terra e de sua gente, que lutou para conduzir a um novo patamar de consciência, dignidade e desenvolvimento; homem de diálogo e profundas convicções humanistas; arguto analista da realidade do Brasil e do Mundo; sempre atento ao verdadeiro sentido das mudanças ao longo destas últimas décadas, Miguel Arraes deixa um legado inestimável. Por isto seu desaparecimento não é apenas motivo de adeus sentimental; ele nos chama a aprofundar o conhecimento de quanto fez e disse e dele extrair o sentido dinâmico capaz de orientar e iluminar o futuro.

Assim pois, o Instituto Miguel Arraes, ora em fase preliminar de organização, não se destina a ser uma espécie de museu do seu patrono. Ele é concebido como instituição sem fins lucrativos, atuante nas linhas e princípios dos ideais por ele defendidos; chamado a interagir com o mundo acadêmico; com as três esferas de governo; com organizações da sociedade civil; com os meios científicos; com o ambiente político e com os partidos que o integram, em particular com o Partido Socialista Brasileiro e a Fundação João Mangabeira, instituições a que dedicou os últimos quinze anos de sua vida. A presença em meio eletrônico abre também ao Instituto a interlocução com o público em geral.

Os fundadores do IMA formulam fraterno apelo aos inúmeros amigos e admiradores de Miguel Arraes, que se contam em todas as regiões do País e também no exterior, para que se associem a esta iniciativa que, em última análise, visa fundamentalmente contribuir de maneira efetiva para vencer os grandes desafios que hoje ainda se antepõem ao projeto nacional por que todos almejamos e ao qual ele dedicou sua vida inteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>